Edson Secco

secco
Edson Secco é artista sonoro com formação em música, tecnologia e cinema, atua como músico, compositor e sound designer. Premiado 3 vezes como melhor desenho de som nos principais festivais de cinema do Brasil (Brasília, 2010 e 2013, Gramado, 2013), assina as composições dos longas “Dominguinhos”, de Mariana Aydar e Joaquim Castro, “Vaticano”, de Walter Salles, “Depois da Chuva”, de Cláudio Marques, “JARDS” e “Transeunte” de Eryk Rocha, “Diário de Sintra” de Paula Gaitán e “Terras” de Maya Da-Rin. Como músico e performer participou de diversos projetos e festivais, entre eles o Share Festival-2012 em New York. Também compôs trilhas originais para os espetáculos do dramaturgo Gerald Thomas, para a montagem teatral de “O Ovo e a Galinha”, de Clarice Lispector, para o espetáculo RÓZÀ e “Nijinski Casamento com Deus”. Produziu diversas instalações sonoras, entre elas as exposições de Lina Bo Bardi (Munique), Lygia Clark (MOMA), Zuzu Angel, Rogério Sganzerla, Miguel Chikaoka e Paula Gaitán. Participou da 5a Bienal de Arte de Marrakesh e integrou o Remote Project, projeto espanhol envolvendo artistas do Brasil, Espanha e Noruéga

Ligiana Costa

ligiana

Ligiana Costa é brasiliense, nascida em São Paulo, de mãe mineira e pai maranhense. Estudou canto lírico na Universidade e na Escola de Música de Brasília, se apaixonou por música barroca e foi fazer uma especialização em canto antigo em Haia, na Holanda. De lá, seguiu para a Itália e depois para a França, onde estudou musicologia e concluiu um doutorado sobre as velhas amas de leite cômicas da ópera veneziana do século XVII. Nesta época começou a cantar música brasileira na noite e, logo em seguida, descobriu o gosto pela composição. Depois de dez anos de velho mundo, Ligiana retornou ao Brasil e lançou seu primeiro disco, De amor e Mar, gravado entre São Paulo, Paris e Brasília. Com este trabalho se apresentou em palcos diversos (de Dakar à Garanhuns, da Bulgária à Brasília). Paralelamente, Ligiana se apresenta com outras formações, como o trio que forma ao lado de Carlinhos Antunes e Amoy Ribas ou com o projeto Rumos Coletivo do Itaú Cultural, que culminou em viagens pelo Brasil e um show ao lado de Gilberto Gil. Ligiana tem publicado livros ligados aos estudos musicológicos pela editora da Unesp e ministrado cursos sobre ópera e de voz pelo Brasil. A cantora assinou o programa diário matinal da rádio Cultura FM com enfoque na música clássica e cruzamentos. Ligiana lançou em 2013 o disco Floresta, produzido e arranjado pelo maestro Letieres Leite e gravado em Salvador